terça-feira, 9 de outubro de 2007

WebAnalytics para SEO

No final de setembro, me passaram o seguinte artigo de Eric Lander do Search Engine Journal: 3 Reasons Google Analytics Fails for SEO
Os motivos que Eric dá para sustentar esta afirmação são:

1) O GA utiliza a revolucionária tecnologia de tags para coletar dados. Porém essa tecnologia não traz informações importantes para SEO, como por exemplo a visita dos spiders no seu site
2)GA não lê log do servidor
3)Google retém todas as informações

Deixei no blog o meu comentário sobre este artigo.

Mas lá vai a minha critica.

O Google paga pela fama que tem. Quem tem fama deita na cama e leva a culpa por tudo.

Tudo que Eric falou é certo, mas não é exclusividade do Google, mas sim de todos as empresas que vendem o serviço e não a estrutura de webanalytic.

O Google não é o unico a usar a tecnologia das tags para coletar as informações. E nem tão pouco é o unico que oferece isto como serviço. Então todos os outros também tem as mesmas falhas. A exclusividade não é do GA. Agora, ser gratuito é outro assunto,que não está em pauta.

Sim, as tags não nos trazem informações importantes para SEO, mas traz muitas outras informações importantes para equipe de marketing que o log do seu servidor web não traz. E informações que muitas e muitas vezes foram pedidas por clientes. Essas informações só podem ser coletadas por tags por acontecem no lado do usuário e não ficam registradas no servidor web. O mundo ideal? Ter uma sistema de webanalytics hibrido que trabalhe com tag e com tag.

As informações ficam no Google porque ele oferece o serviço e não a estrutura! As tags coletam informações que são anotadas num documento (log) que fica guardado num servidor, lá no Google. Para ter acesso, teriamos que ter uma estrutura no nosso ambiente, onde os logs iam ser gravados e lidos. Mas aí não é mais um serviço, mas uma estrutura de webanalytics. E não é só o Google que oferece este serviço e fica com a sua informação.

Ultimo ponto é: a tecnologia das tags surgiu de uma exigencia do proprio clientes. Não só pelas informações a mais que queria saber, mas porque os clientes queriam analisar a performance da sua página, mas não queria ter o trabalho de instalar um hardware e software no seu ambiente. Seja por dinheiro ou por falta de estrutura, fato é que a tag foi uma revolução de serviço muito bem aceita pelo mercado.

Para SEO, as tags, deixam a desejar por todos os motivos descritos no texto, mas não é um problema do Google Analytics, mas de todos os outros webanalytics do gênero.

:)

Um comentário:

Paulo Rodrigo Teixeira disse...

Em resumo, fraca a matéria dele né?

Como você disse, parece que quer crucificar.

Um grande abraço